terça-feira, 18 de setembro de 2018

TEMA: ‘Acompanhando’ Jesus em um dia de Sábado - Autoria: Professor Jean Carlos Th.D

TEMA: ‘Acompanhando’ Jesus em um dia de Sábado
Textos: Marcos 1.21/29-31 /33/ 35-37
Autoria: Professor Jean Carlos Th.D

INTRODUÇÃO: Você já acompanhou alguém 24 hora?
• As 24 horas são detalhadas por Marcos e Lucas: 
• MARCOS DEDICA 17-18 VERSÍCULOS 1.21-39;
• LUCAS DEDICA 12-13 VERSÍCULOS 4.31-44

Síntese cronológica de ‘pano de fundo’
a)Jesus sai da Judeia e vai para Galileia e realiza o primeiro milagre em um casamento (Jo 2.1);
b)Depois de algum tempo é rejeitado em Nazaré (Lc 4.16);
c)Ele se estabelece em Cafarnaum

AS 24 HORAS COBRE UM DIA DE SÁBADO INTEIRO

I – O ENSINO DE JESUS NA SINAGOGA –
MARCOS 1.21-28
V. 21: “Sinagoga...”
a) Direção geral: corpo de anciões;
b) Liturgia geral: chefe da sinagoga;
c) Responsável pelo rolo: Assistente
d) Lado direito: púlpito para leitura;
e) “Altar” arca portátil: rolos da lei
V. 22: “Maravilham-se de sua doutrina...”.
Gr. Ekséplêssonto de ekplêssô e indica:
a)Ser espantado;
b)Ficar de boca aberta e
c)Fora de si

Por quê tal admiração? Não ensinava como os escribas
a)Eles não tinham S’mikhar (não eram ordenados a rabinos);
b)Não poderia trazer Khiddushin (novas interpretações não podiam);
c)Não poderia fazer o Possék Halakhá (novos julgamentos não podiam);

Por quê tal admiração? Não ensinava como os escribas
a)Jesus ensinava e pregava com autoridade;
b)Possuía S’mikhar, Khiddushin e Possék Halakhá;
c)Tudo vinha direto do Pai "Quem me rejeita e não recebe as minhas palavras tem quem o julgue; a própria palavra que tenho proferido, essa o julgará no último dia.
49 Porque eu não tenho falado por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, esse me tem prescrito o que dizer e o que anunciar. (Jo 12:48-49 ARA)"

Síntese sobre o ensino de Jesus x Escribas

a)Ele falava a verdade (Jo 18.37) "Então, lhe disse Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu dizes que sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz";
b)Escribas: Argumentação evasiva

c)Ele despertava a curiosidade do povo;
d)Escribas: Discurso como poeira.
e)Ele fala com autoridade vinda de Deus;
f)Escribas: fontes falíveis. 

Manifestações maligna na Sinagoga
a)Existem doenças meramente clínicas;
b)Outras são artimanhas malignas e
c)A atuação de demônios é real. 

•Marcos: Um espírito imundo...
•Lucas: espírito de um demônio...

1 – O qual exclamou... V. 23: Clamar alto – grito de enfermo;

2 – Que temos nós contigo? V. 24: 
•Já nos perturbar?
•Lá vem Ele nos perturbar.
•A frase traz uma distância à pessoa de quem se fala: veja o texto de João 2.4 "Mas Jesus lhe disse: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora".

3 – Jesus Nazareno v. 24: Uma referência a cidade de vivência de Jesus.

4 – Bem sei quem és: O Santo de Deus (V.24). Até os demônios reconhecem o senhorio, alguns crentes não; Conhecê-lo não significa fé nele (Tg 2.19).

5 – Jesus não procura ‘blá-clá-blá’ com demônios. Hoje os demônios até elogiam pregadores (At 16.17,18).

6 – Cala-te e sai dele: V.25: “Repreendeu...”
a)Repreendeu: Gr. Epitimaô: Censurar –Advertir
b)Cala-te: Gr. Phimoô: Silenciar – amordaçar (boi)
Questões de gramática: 
•Aoristo: Ponto final, obedeça;
•Imperativo: é uma ordem e
•Passivo: sofre a ação de silenciar.

O ÚLTIMO ‘ESPETÁCULO’ DO DEMONIO
a)Espírito imundo, agitando violentamente ARA
b)E o demônio, lançando por terra no meio do povo ARC Lucas 4.35

Exposições de outros termos gregos
a)Agitando-o: Gr. Sparassô: Saltar, pular dali para acolá: termo médico para convulsão. 

b)Chamando com grande voz: Gr. Fonéô: chamar alto, bradar com alta voz.

c)Saiu dele: Marcos 1.26: Saiu dele sem lhe fazer mal. 

II – A CURA DA SOGRA DE PEDRO – 12H00 –
MARCOS 1.29-31
a)“Estava deitada com febre...” (v. 30);

b)“Logo lhe falaram dela...” (v.30);

c)“Imediatamente...”. Gr. Euthys: de uma vez.

ATITUDES DE JESUS (v. 31)

a)“Aproximou-se dela;

b)Tomou-a pela mão;

c)Levantou-a e a

d)Febre o deixou-a e

e)Sevia-os

 III – A PREGAÇÃO NO CULTO AO AR LIVRE – 18H00 – MARCOS 1.32-34

a)Chegando a tarde... (18 horas);
b)“Enfermos e endemoninhados...” (v. 32);
c)“Toda cidade se ajuntou a porta...”;
d)Fez maravilhas e milagres (v. 33). 

IV – MOMENTO DA ORAÇÃO – MADRUGADA – MARCOS 1.35
a)“Orar num deserto...” (v. 35);
b)Pedro o procurou...
c)Queria Jesus ‘só pra eles’

Conclusão:
Acabamos de acompanhar Cristo em 24 de um sábado. Deus abençoe sua vida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Subsídio para adultos - Lição 6 - A Mordomia da Adoração

Lições Bíblicas CPAD Jovens e Adultos de  1º Trimestre de 2007 Título:  A Igreja e a sua missão Comentarista:  Elienai Cabral ...

Matérias mais visitadas